Posts Tagged 'kingston'

RoodBoss Meets The Ska Professor – 20/08/11 @ Nelson Bordello

“I play ska, rocksteady and early reggae, and when I go out to play people rail up an gwaan … dem love it different.”

Dia 20/08/2011, sábado próximo, acontece mais uma edição do RoodBoss Downbeat. Nessa edição contaremos com a seleção do maior colecionador de “oldies” do mundo. Diretamente de Kingston, Jamaica: Dexter “Echo” Campbell.

Dexter Campbell, conhecido mundialmente como “The Ska Professor”, seleciona música desde os anos 60 e tem profundo conhecimento sobre Ska, Rocksteady e Early Reggae. Nos anos 70 fundou o sound system Echo Vibration com seu amigo e deejay General Echo. Os dois moravam em Montego Bay mas atuavam em “sound clashes” por toda a ilha. As lendárias gravações desses “clashes” são bastante valorizadas por aficionados da cultura sound system ao redor do mundo. Dexter roda a Jamaica e o mundo divulgando sua música. Esta é sua primeira vez no Brasil.

Participação especial: Jurássico [Jurassic Sound System — You & Me on a Jamboree — São Paulo]

Evento no Facebook

RoodBoss Downbeat [Ska Professor] — Sábado, dia 20/08/11 a partir das 22h no Nelson Bordello, rua Aarão Reis 554, Centro. R$20,00.

Anúncios

Jamaica belorizontina: Jackie Bernard (9/4) + Skatalites (15/4)

A música jamaicana anda em alta em Belo Horizonte e diversos eventos tem cada vez mais incoporado elementos dessa cultura, nem que seja pelo menos na divulgação ou nome. Nos dias 09 e 15 de abril, Belo Horizonte se tornará a Jamaica Brasileira. Dois finais de semana seguidos que promete trazer o foco para a capital mineira quando o assunto é cultura jamaicana.

Jackie “Singer Man” Bernard retorna aos palcos

Sucessos como “Singer Man” e “Sufferer” emplacaram nas paradas jamaicanas durante as décadas de 60 e 70, gravadas pelo trio vocal The Kingstonians. À frente deste trio estava Jackie Bernard com sua voz peculiar e linda! O trio trabalhou ao lado dos mais renomados produtores da ilha como Derrick Harriott, Duke Reid, Lee Perry e Coxsone Dodd. Profissionais responsáveis pelo lançamento de diversos hits que contribuiram para a imortalização do cantor. Após anos sem subir aos palcos e aos 63 anos ele retorna para se apresentar exclusivamente no Brasil. O artista passou por São Paulo e na sequência se apresenta aqui, Belo Horizonte, no sábado, dia 9 de abril.

Para acompanhar Bernard, uma seleção de músicos belorizontinos de bandas consagradas no cenário independente juntaram-se para prestigiar o cantor. Junto com a Pequena Morte, integrantes das bandas Iconili, Fusile, Raiz de Jequi, Junkie Dogs e Bangah compõe a Big Band que fará a base instrumental e vocal para os clássicos que marcaram a carreira de Jackie.

Completando a primeira noite jamaicana, seletores de três sound systems brasileiros e um Dj de Belo Horizonte escolhem o que vai tocar durante a noite nos intervalos sem show.

Nos toca-discos estão os anfitriões do RoodBoss Soundsystem e os convidados do Jurassic Soundsystem de São Paulo, que juntos fizeram uma viajem à Jamaica no último mês de dezembro. Foi em Kingston que tiveram oportunidade de aumentar seus acervos de discos e conhecer Jackie Bernard, daí, a idéia de trazê-lo para o Brasil. Continuando com as atrações, os amigos do Skadrophenia Soundsystem de Curitiba, participarão da noite com um set especial de nothern soul. Acompanhando a “pegada” black o Dj Yuga, já conhecido em Belo Horizonte pelo seu projeto Black Broder e diversas festas que promove, completa o time de seletores da noite.

A noite acontece no Studio Bar (Rua Guajajaras 842, Centro – próximo a Rua São Paulo) a partir de 22hs. A entrada é $20 na porta, sujeito à lotação da casa. É IMPORTANTE CHEGAR CEDO.

The Reggae Big Band

JACKIE BERNARD – VOCAL LÍDER (The Kingstonians)

Juliana Travassos – vocal (Bangah), Isabel Diniz – vocal (Bangah), Gustavo Freire – guitarra/vocal (Pequena Morte), Raul Gustavo – guitarra/vocal (Pequena Morte), Rafael Ludicanti – guitarra (Junkie Dogs), Gabriel Assad – baixo (Pequena Morte), Max – trombone/vocal (Pequena Morte), Paulo Barcelos – trompete/vocal (Pequena Morte), Henrique Staino – saxofone/vocal (Fusile), André Orandi – teclado (Iconili), Wesley Cançado – bateria (Raiz de Jequi), Tamás Bodolay – bateria (Pequena Morte), Tio Rô – percurssão (Pequena Morte)

A maior banda de Ska do planeta

Sem que se possa perder o ritmo, no final de semana seguinte, sexta-feira, dia 15 de abril, a mais famosa banda de ska, The Skatalites, se apresenta em Belo Horizonte. O show será parte do Flaming Night de número #17, festival produzido pela 53HC e já bem conhecido pelos belorizontinos.

Os Skatalites surgiram, incialmente, como backing band do estúdio mais famoso da Jamaica, o Studio One do produtor Coxsone Dodd. A banda reunia os melhores músicos de jazz, boogie-woggie, mento, calypso e ritmos africanos da ilha. Quase todos tinham a formação em comum, haviam estudado na Alpha Boys School (escola católica para orfãos que dentro da sua grade curricular ensinava música ao alunos). Foi essa mistura musical que deu origem ao primeiro ritmo verdadeiramente jamaicano: o Ska.

A sonoridade da banda era tão contagiante que os fãs começaram a se perguntar quem eram aqueles músicos por trás das canções que ouviam. Foi assim que Tommy McCook – principal integrante do Skatalites na sua origem e nome importantíssimo para a música jamaicana – sugeriu que formassem oficialmente uma banda: The Skatalites. A partir daí o Ska estourou e a banda ajudou a por a Jamaica e sua música em evidência nos quatro cantos do planeta. Os Skatalites já gravaram com diversos artistas de renome da ilha, inclusive Bob Marley quando o Wailling Wailers ainda era um trio vocal composto por ele, Peter Tosh e Bunny Wailer.

Completando o Flaming Night #17, as bandas Pequena Morte, – que lançou recentemente seu debut álbum: Defenestra! – Fusile e Peixoto & Maxado tocam seus repertórios animadíssimos. Abrindo os shows tem o americano Victor Rice com dubs e experimentações, além dos seletores do RoodBoss Soundsystem lançando as tradicionais pedradas jamaicanas em disquinhos.

O festa acontece no Music Hall (Av. do Contorno 3239, Santa Efigênia). Informações sobre a venda de ingressos, preços e locais de compras visitar o site da 53HC (vide Links).

Links

Stranger Cole inna RoodBoss style!

Bem, desde a semana passada nossos trutas de BH gustassifon e zumberto, junto com os manos da You & Me crew e Reggay420  estão dando rolê em Kingston e já conheceram uma pá de figuras crássicas da ilha como Max Romeo (no aeroporto em SP), Stranger Cole, King Stitt e Denis Alcapone… E recentemente botaram na rede um vídeo de ninguem menos que Stranger Cole, fazendo chamadinha pro soundsystem #1 de BH. Assistam e chorem de emoção como eu!

O vídeo foi gravado no cruzamento da Charles Street com a legendária Orange Street, berço de grandes clássicos da música da Jamaica.

O role da galera ta só começando na terra do reggay e esperamos mais coisas lindas tipo essa =’)

Kingston c/ Chris Murray no Velvet Club – 1º/12/2010

Superada a ressaca do último RoodBoss Soundsystem (que foi KILLER!!), todo rudeboy que se preza já tem rolê marcado pra amanhã (quarta-feira, 01/12/2010).

É a primeira edição da festa “Kingston” no Velvet Club, que vai botar a galera mineira-jamaicana-enrustida pra beber muita Red Stripe e dançar aos sons da ilha durante todo o mês de Dezembro.

E na edição de estréia, já rola um som do canadense Chris Murray, que nós aqui já pudemos conhecer em outras passagens do gringo por beagá (a última na Reggae Against The Machine, na Obra no ano passado). Ska de boa e um reggaezinho malandro pra abrir uma cerveja e “dançar que nem um gato em um espaço muito pequeno”.

Fora o show, discotecagens dos “selectahs” Trista (ex-Mr. Rude), Jahnu (Original Sundays) e Ras Fael (RoodBoss Selector) mantém o clima jamaicano em alta durante toda a noite.

Como já dito acima, a festa marca também o lançamento da Cerveja Red Stripe, cerva #1 da Jamaica! That’s it cats! Quarta feira o rolê é esse aí! Segue o release da casa e o serviço completo ;D

QUARTA, 01/12 ESTREIA KINGSTON!

Para marcar o mês de dezembro, o Velvet Club lança o projeto KINGSTON! Durante todas as quartas, a pista fica sob comando das vertentes do ska, reggae, dub, soul, rock, dancehall e latinidades. Para a estreia, foram convocados os “seletores” Fael, Jahnu e Trista. Como atração especial, recebemos o cantor CHRIS MURRAY, um dos principais nomes do ska canadense, que faz um show com a sua banda no Velvet Club.

Chris Murray foi um dos integrantes da extinta banda de ska King Apparatus, durante o final da década de 1980 e começo dos anos 90. Suas canções foram gravadas por artistas top do ska e reggae mundial como Slackers, Hepcat e Afterhours. www.myspace.com/chrismurray
Para compor a noite, lançamento da cerveja Red Stripe, a número 1 da Jamaica.

Velvet Club
Rua Sergipe, 1493 – Funcionários
Belo Horizonte, MG – CEP 30130-171
twitter.com/clubvelvet
flickr.com/velvetclub

Alpha Boys School – A casa do reggae

Fundada em Kingston no ano de 1880, a “Alpha Cottage School”, mais conhecida como “Alpha Boys School” era uma escola católica que acolhia crianças (meninos) carentes e lhes dava uma educação rigorosa, com ênfase na busca de conhecimento espiritual e descoberta de suas vocações. O grupo de freiras mal podia imaginar que de lá surgiriam alguns dos maiores talentos da Jamaica. O ensino da música era uma das bases da escola Alpha e nomes como Desmond Dekker, quatro dos integrantes dos Skatalites (Tommy McCook, Johnny Dizzy Moore, Lester Sterling e Don Drummond),”Yellowman”, Cedric Brooks, Rico Rodriguez, entre outros, tiveram o início de sua formação musical lá.

A irmã Mary Ignatius Davies é conhecida como a principal incentivadora dos movimentos culturais na escola, tendo contribuido para a arrecadação de fundos para a escola e para o lançamento de discos de seus alunos, tendo trabalhado na Alpha Boys School de 1939 até 2003, ano de sua morte.

Sr. Ignatius, Johnny Dizzy Moore e Cedric Brooks

Sr. Ignatius, Johnny Dizzy Moore e Cedric Brooks

A Alpha Boys School ainda está em funcionamento formando talentos musicais em Kingston, e é possível adquirir o cd “Come Dance With Me” composto apenas por ex-alunos da escola e gravado na “Studio One”, no site http://www.alphaboysschool.com/ assim como doações podem ser feitas, para dar continuidade a este trabalho fantástico. Vale a visita ;)


estatística

  • 214,626 cliques

roodboss (t)