Dancehall, a perda da “marca” jamaicana!

Li esses dias no Invasão Jamaica (blog da MTV feito pelo pessoal do You & Me) uma matéria sobre uma reunião ocorrida em Nova York para tentar debater o futuro da “marca” jamaicana, que hoje vem sendo denigrida pelo Dancehall.

Pesquisando mais sobre o assunto, percebi que a maioria das pessoas que prezam pela “imagem” da Jamaica, que mundialmente foi construida com o Reggae, é contra o Dancehall. Isso porque a maioria das músicas desse ritmo enfatizam sexo, violência, homofobia, armas, drogas, dinheiro… temas “marginais” que exprimem  o contrário da mensagem difundida pelo Reggae. Outra razão para “reprovarem” esse ritmo é que além disso, ele vem acabando com os instrumentistas jamaicanos, pois passaram apenas a usar as bases de músicas antigas jamaicanas e a incorporar o computador como meio de produção musical.

Assim como na época de Bob Marley, vários jovens jamaicanos passaram a assumir o Rastafari como filosofia de vida. Hoje, há a preocupação de que a juventude da ilha “se perca” pela influência do Dancehall, pois a Jamaica é um país onde a cultura e comportamento estão completamente vinculados à música.

Além dos problemas sociais incoporados ao Dancehall, fica uma preocupação muito grande em relação à música jamaicana. Como já foi dito, os bons instrumentistas jamaicanos estão desaparecendo e o Dancehall nada mais é do que reutilização de bases, computadorização das músicas e letra por cima disso tudo. É um ritmo mais pobre e simples. O grande problema, não é o Dancehall em si e sim esse tipo de música se tornar a única forma de produção musical. Imagine o Brasil sem MPB, Rock, Samba… e apenas existindo Funk! A comparação seria mais ou menos essa, pois o Funk é de certa forma o Dancehall brasileiro, pois a temática, os bailes e  as letras seguem a mesma linha .

Outro ponto é: a primeira leva de Dancehall era bem próxima do Reggae, apesar de letras um pouco mais explícitas. Artistas como Yellow Man, Barrington Levy ou Eak a Mouse, faziam e fazem um som diferente do que hoje em dia é chamado de Dancehall, atualmente o Ragga e o Dancehall se misturam e diferem bastante dos primórdios desse ritmo tão polêmico.

Eu, particularmente, gosto da primeira leva do Dancehall. Acho um ritmo animado e muito dançante. O Dancehall não precisa acabar, só espero que a Jamaica não estagne e evolua para ritmos tão “grandiosos” como foi o Reggae, Ska, Rocksteady…

Curiosidade:

  • Imagine uma música nacional que fale contra o tráfico de drogas, seria uma música legal né? Pois então, o homosexualismo é ilegal na Jamaica e é por isso que o Dancehall em relação a esse tipo de letra não é tão mal visto dentro da própria ilha, o problema é quando essa música sai de lá para o mundo. (obs.: não sei o ano do documentário em que obtive essa informacao e não sei se a legislação jamaicana continua considerando homosexualismo um crime)
  • Bandas mundialmente famosas, como é o caso do UB40, têm elementos de Dancehall em suas músicas.

Informação: Separei alguns links interessantes e que eu li e assiti antes de escrever esse post. Recomendo que vejam todos ;).

Post relativos e músicas para curtir:

Anúncios

4 Responses to “Dancehall, a perda da “marca” jamaicana!”


  1. 1 Raul 17/03/2009 às 14:38

    Grande gustassifon, legal a luta!! Sou voc da pequena morte e preciso muito falar com vcs pessoal do roodboss, temos alguns shows marcados e gostariamos de convida-los para discotecar e aplicar o sonzao de prima que sempre aplicam, abraco!!

  2. 2 gustassifon 17/03/2009 às 16:58

    Olá Raul, eu adicionei você no myspace para mantermos contato, depois envio msg privativa com e-mail. Com certeza vamos ajudá-los ;)

  3. 3 Greg 30/03/2009 às 16:42

    Valeu Por fazerem o link com o Invasão Jamaica!

    abraço!

  4. 4 Ive Brussel 07/09/2010 às 12:13

    Acredito que espaço existe tanto para o Reggae como p o Dancehall e outros ritmos. Uma coisa com certeza não sobrepõe a outra.
    A realidade das letras do dancehall são o que a vida realmente é, sem hipocrisia, e eu adoro.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




estatística

  • 215,040 cliques

roodboss (t)


%d blogueiros gostam disto: