50 anos de Motown

No dia 12 de janeiro, a Motown Records ou Tamia, uma das gravadoras mais famosas do mundo, comemorou 50 anos de existência. O som da Motown foi e é, basicamente, “som negro” caracterizado principalmente por soul music e rhythm and blues, marcados por elementos pop, elevando a gravadora ao status que tem hoje. Certamente as músicas da Motown influenciou uma ilha muito especial no Caribe: a Jamaica. Através dessa influência surgiram Ska, Rocksteady, Reggae…

O nome Motown vem de uma contração da idéia “MotorTown”, uma vez que a gravadora foi criada na cidade de Detroit nos EUA, famosa pelas diversas fábricas de automóveis. Foi em 12 de janeiro de 1959 que Berry Gordy criou a gravadora Tamia, como originalmente foi chamada. Gordy foi compositor e começava a deslanchar na carreira. A música “Lonely Teardrops”, interpretada por Jackie Wilson, por exemplo, foi uma das top 10 em sua época. Motivado pelo sucesso recente e com um empréstimo de $800 dólares, Berry deu iníco a Tamia Records Corporation, que um ano mais tarde se tornaria a Motown Records Corporation.

Propriedade de um afro-americano, a Motown foi a primeira gravadora negra dos EUA e teve grande importância na disseminação da música negra. Em uma época em que a segregação racial nos EUA era explícita, apesar de inconstitucional, a gravadora popularizava a música e evidenciava artistas que iam de encontro aos valores “brancos” da época. Até o surgimento do Hip Hop a Motown foi a mais importante gravadora a lançar artistas negros no mercado.

Até 28 de junho de 1988, a gravadora foi independente e possuia diversas subsidiárias. A partir dessa data a Motown passaria por várias grandes empresas até chegar ao grupo Universal, que hoje é a proprietário da subsidiária Universal Motown/Universal Republic Group.

Alguns artistas da Motown: The Four Tops, The Jackson Five, The Temptations, The Miracles, Diana Ross, Rick James, Stevie Wonders, entre vários outros.

Links:

  • www.motown.com – endereço oficial da gravadora. Site dividido em duas áreas, uma da “Motown moderna” e outra de sua fase clássica. Na parte clássica, contém uma timeline muito interessante contando a história da gravadora.
  • wikipedia-pt ou wikipedia-en – informações da wikipedia, tanto em português (primeiro link) quanto em inglês (segundo link). Usado como fonte do post.
  • you & me on a jamboree : motown – link para todos os álbuns da Motown disponibilizados pela turma do blog You & Me. Há álbuns de vários nomes como The Four Tops, The Temptations, coletânias, entre outros. Quem estiver afim de conferir o som, basta acessar esse link.
  • motown, a gravadora que ajudou a criar a black music, faz 50 anos. – reportagem do portal G1 sobre os 50 anos da gravadora. Bem legal.
Anúncios

1 Response to “50 anos de Motown”


  1. 1 feiolipe 31/01/2009 às 13:44

    uau! belo post gusta!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




estatística

  • 214,946 cliques

roodboss (t)


%d blogueiros gostam disto: